E a transição capilar?

transicao_capilar_7_meses_sem_alisamento_dica_amiga

Três meses se passaram desde que compartilhei com vocês que estava em transição capilar (veja aqui). Eu ia começar este texto dizendo que faziam três meses que havia começado minha transição capilar, mas daí eu lembrei que não, já fazem sete meses que nenhuma química encostou nos meu cabelíneos, e três meses que compartilhei com o mundo minha decisão. É sempre muito clichê dizer isso, mas o tempo passou tão rápido que quase não vi.

Nesses sete meses aprendi muitas coisas, mas o principal é que a transição capilar é muito mais do decidir parar de alisar os cabelos. É muito mais do que querer ter cachos. A transição é aceitação! Aceitação que vem de dentro pra fora. É se olhar por dentro para depois olhar através de espelhos. É olhar e ter orgulho de cada detalhe, seja do corpo, cabelo ou personalidade. A transição começa com uma decisão, muitas vezes difícil, e segue com a aceitação e orgulho de te-la feito. A transição é uma forma de amor.

CAM02928

Foto tirada no dia 07 de maio 

Cinco meses tinham se passado desde o último alisamento químico e umas ondinhas de amor já começavam a se mostrar em meio a todos os fios quimicamente tratados.

CAM03164

Foto tirada no dia 28 de junho

A diferença da primeira foto pra essa é de um mês e pouco e já dá para notar a diferença dos cachos. Primeiro porque meu cabelo cresceu bastante neste período e segundo porque eu havia feito uma finalização com creme de pentear.

Meio liso, meio enrolado. Meio fofa, meio trouxa. Meio Sara, meio Jane.

A post shared by Sara Jane (@saritahjane) on

Bom, as fotos não são muito bonitas ou de boa qualidade, mas eu queria muito compartilhar esse crescimento do meu cabelo na transição. Esse mês vou tirar outra foto e na fé de Jesus vai ser em um lugar que não seja o banheiro. Oremos!

Além das fotos eu também queria compartilhar esse sentimento de aceitação que desenvolvi nesses sete meses. Isso pra mim é o mais importante e é a mensagem que eu queria deixar hoje.

Entrem em transição. Se aceitem, se amem, se permitam a mudanças. 

Dica do dia #03 – teste de porosidade

teste-de-porosidade-dica-amiga

Não sei se vocês sabem (isso soou tão estranho), mas a miga aqui está em transição capilar. Meu Deus, o que é isso? Eu explico! É abandonar a química no cabelo e aceitar o cabelinho natural. Isso significa não realizar mais nenhum tipo de química e automaticamente ter a raiz do cabelo natural e o resto alisado, isso até ele ter um bom comprimento para cortar e então fazer o tão sonhado big chop. Que nada mais é do que cortar todo o resto de cabelo com química.

Explicado o que é transição capilar eu volto ao tema principal do post, o teste de porosidade do cabelo. Quando você entra numa transição capilar é preciso ter um cuidado extra com o cabelo, isso significa seguir um cronograma capilar, tipo uma rotina semanal de cuidados. Estes cuidados são divididos em 3 necessidades que os fios precisam: Reconstrução, Nutrição e Hidratação. Eu vou criar um post explicando certinho o que é o cronograma capilar, mas vou explicar rapidinho o que é cada coisa. Reconstrução é repor a massa e queratina dos fios. Nutrição é repor os óleos. E hidratação como o nome já diz, é hidratar, ou seja, repor a umidade e nutrientes dos fios.

No post do cronograma capilar vou ensinar algumas receitas caseiras de reconstrução, nutrição e hidratação para cabelos. Segurem estas marimbas que já já publico.

Voltando ao teste de porosidade, jesus que enrolação para chegar nisso, haha.  O teste nada mais é do que descobrir o que seus cabelinhos estão precisando. Seja reconstrução, nutrição ou hidratação. Eu li muito sobre o cronograma capilar e ficava muito confusa tentando descobrir o que os meus fios precisavam, porque só de olhar e tocar eu não sabia definir. Vocês também sentiram isso?! Daí eu vi no instagram esse teste MARA de porosidade e meu olhos brilharam.

É ou não é para amar quem inventou isso?

Eu precisava muito compartilhar com vocês esse achado, mas acabei enrolando demais e criando um textão. Perdoa e não desiste de mim!

Alguns livros por aí

livros_legais_para_ler_nas_ferias_dica_amiga

Uma das minhas metas de vida (e também de 101 coisas em 1001 dias) é ler pelo menos 1 livro por mês. Eu gosto bastante de ler, porém com um mundo onde existe filmes e séries, acabo sempre escolhendo essas opções ao invés da leitura. Não tenho orgulho disso, não mesmo, por isso coloquei como meta ler no mínimo 1 livro ao mês.

Em junho eu consegui concluir essa meta com sucesso lendo o livro “Como eu era antes de você”. É claro que isso se dá pelo fato do filme estar em cartaz e eu querer ler o livro antes de assistir o filme. Maaaaas, eu li e foi muito prazeroso.

Então, em julho pretendo continuar firme e forte e selecionei alguns livros que despertaram meu interesse. Não que eu vá ler todos em um mês, claro que não bobinho, a tia não consegue. Mas são livros que eu quero comprar e ler durante o ano.

  • Quem Mexeu no Meu Queijo? – Spencer Johnson

Descrição: É uma parábola simples que revela verdades profundas sobre mudança. É uma história divertida e esclarecedora sobre quatro personagens – dois ratos e dois humanos do mesmo tamanho dos roedores – que vivem em um labirinto em eterna procura por queijo, que os alimenta e os faz feliz.

O queijo é uma metáfora daquilo que se deseja ter na vida, seja um bom emprego, um relacionamento amoroso, dinheiro, saúde ou paz espiritual. O labirinto é o local onde as pessoas procuram por isso: a empresa onde se trabalha, a família ou a comunidade na qual se vive.

Nesta história, os personagens se defrontam com mudanças inesperadas. Um deles é bem-sucedido, e escreve o que aprendeu com sua experiência entre as paredes do labirinto. Suas palavras ensinam a lidar com a mudança para viver com menos estresse e alcançar mais sucesso no trabalho e na vida pessoal.

Onde baixar: Le livros

  • Tá Todo Mundo Mal: O Livro Das Crises – Julia Tolezano

Descrição: ‘Do alto de seus 25 anos, Julia Tolezano, mais conhecida como Jout Jout, já passou por todo tipo de crise. De achar que seus peitos eram pequenos demais a não saber que carreira seguir. Em Tá todo mundo mal, ela reuniu as suas “melhores” angústias em textos tão divertidos e inspirados quanto os vídeos de seu canal no YouTube, “Jout Jout, Prazer”.

Família, aparência, inseguranças, relacionamentos amorosos, trabalho, onde morar e o que fazer com os sushis que sobraram no prato são algumas das questões que ela levanta. Além de nos identificarmos, Jout Jout sabe como nos fazer sentir melhor, pois nada como ouvir sobre crises alheias para aliviar as nossas próprias!’

Onde comprar: Saraiva

  • O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares – Ransom Riggs

Descrição: Tudo está à espera para ser descoberto em ‘O orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares’, um romance que tenta misturar ficção e fotografia. A história começa com uma tragédia familiar que lança Jacob, um rapaz de 16 anos, em uma jornada até uma ilha remota na costa do País de Gales, onde descobre as ruínas do Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. Enquanto Jacob explora os quartos e corredores abandonados, fica claro que as crianças do orfanato são muito mais do que simplesmente peculiares. Elas podem ter sido perigosas e confinadas na ilha deserta por um bom motivo. E, de algum modo – por mais impossível que possa parecer – ainda podem estar vivas.

Onde comprar: Lojas Americanas

  • Tudo e Todas As Coisas – Nicola Yoon

Descrição: Minha doença é tão rara quanto famosa. Basicamente, sou alérgica ao mundo. Qualquer coisa pode desencadear uma série de alergias. Não saio de casa, nunca sai em toda minha vida. As únicas pessoas que já vi foram minha mãe e minha enfermeira, Carla.

Eu estava acostumada com minha vida até o dia que ele chegou. Olho pela minha janela para o caminhão de mudança, e então o vejo. Ele é alto, magro e está vestindo preto da cabeça aos pés. Seus olhos são de um azul como o oceano.

Ele me pega olhando-o e me encara. Olho de volta. Descubro que seu nome é Olly.

Talvez eu não possa prever o futuro, mas posso prever algumas coisas. Por exemplo, estou certa de que vou me apaixonar por Olly. E é quase certo que será um desastre.

Onde comprar: Submarino

  • 101 Coisas para Fazer Antes de Casar, Engravidar Ou Envelhecer – Sarah Ivens

Descrição: Com humor e descontração, Sarah Ivens mostra que nunca é tarde demais para ter experiências inesquecíveis. Com o intuito de encorajar as mulheres a realmente desfrutarem da vida, a autora compartilha sugestões para satisfazer todas as facetas das leitoras – desde um lado mais intelectual à paixão pela adrenalina – para que, mais tarde, tenham certeza de que não deixaram de aproveitar sua juventude.

Onde comprar: Estante Virtual

  • Depois de Você – Jojo Moyes (✓ ) LEITURA CONCLUÍDA COM SUCESSO

Descrição: Em Depois de você, sequência de Como eu era antes de você, Lou ainda não superou a perda de Will. Morando em um flat em Londres, ela trabalha como garçonete em um pub no aeroporto. Certo dia, após beber muito, Lou cai do terraço. O terrível acidente a obriga a voltar para a casa de sua família, mas também a permite conhecer Sam Fielding, um paramédico cujo trabalho é lidar com a vida e a morte, a única pessoa que parece capaz de compreendê-la.

Ao se recuperar, Lou sabe que precisa dar uma guinada na própria história e acaba entrando para um grupo de terapia de luto. Os membros compartilham sabedoria, risadas, frustrações e biscoitos horrorosos, além de a incentivarem a investir em Sam. Tudo parece estar se encaixando, quando alguém do passado de Will surge e atrapalha os planos de Lou, levando-a a um futuro totalmente diferente.

Onde comprar: Submarino

  • O Amor nos Tempos de #Likes – Pam Gonçalves, Bel Rodrigues, Hugo Francioni e Pedro Pereira

Descrição: Os tempos mudaram, mas e o amor? Continua a dar aquele frio na barriga e fazer os jovens atravessarem quilômetros para viver uma paixão? Em O Amor nos tempos de #likes, quatro booktubers se inspiram em três histórias da literatura para criar suas versões de contos românticos na era digital. Uma bela, jovem e famosa youtuber com medo do amor; um casal inesperado em um encontro às escuras (literalmente) e dois meninos apaixonados por livros tentando entender quem são e o que querem são os protagonistas destes contos que evocam Orgulho e Preconceito (Pam Gonçalves), Dom Casmurro (Bel Rodrigues) e Romeu e Julieta (Pedrugo).

Onde comprar: Amazon |

  • Depois dos Quinze: Quando Tudo Começou a Mudar – Bruna Vieira 

Agora o blog virou livro – Depois dos Quinze – Quando tudo começou a mudar. Ele é uma mistura de histórias, desabafos e segredos de uma garota que nasceu no interior, ama os animais, usa boinas coloridas e ainda acredita no amor simples e verdadeiro. Bruna revela neste seu primeiro livro como sua história está sendo escrita, em belíssimas crônicas e contos que já conquistaram mais de 400 mil fãs, leitores e leitoras que a acessam diariamente em suas redes sociais.

Onde comprar: Amazon

  • De Volta aos Quinze – Bruna Vieira

Anita tem 30 anos, e sua vida é muito diferente do que ela sonhou para si. Um dia, ao reencontrar seu primeiro blog, escrito quando tinha 15 anos, algo inusitado acontece, e tudo ao seu redor se transforma de repente. Com cabeça de adulto e corpo de adolescente, ela se vê novamente vivendo as aventuras de uma das épocas mais intensas da vida de qualquer pessoa: o ensino médio. Ao procurar modificar acontecimentos, ela começa a perceber que as consequências de suas atitudes nem sempre são como ela imagina, o que pode ser bem complicado. Em meio a amores impossíveis, amizades desfeitas e atritos familiares, Anita tentará escrever seu próprio final feliz em uma página misteriosa na internet.

Onde comprar: Amazon

  • A Menina que Colecionava Borboletas – Bruna Vieira

Bruna Vieira está cada vez mais longe dos quinze, e sabe que crescer nunca é tão simples. Considerada uma das blogueiras mais influentes do mundo, mais uma vez ela dá vazão ao seu talento como escritora com este seu novo livro de crônicas e pensamentos, em que mostra o quanto amadurecer e conquistar a independência é maravilhoso, mas tem seus desafios e poréns. A garota do interior que usa batom vermelho e que realizou seus maiores sonhos continua inspirando adolescentes de todo o país. Para ela, as páginas deste livro significam o bater de asas das borboletas que colecionou dentro do peito por algum tempo e que agora, finalmente, pode deixar que voem livres por aí.

Onde comprar: Amazon

  • De Volta aos Sonhos – Bruna Vieira

Quando achava que sua vida havia por fim se resolvido, e que seu coração tinha encontrado paz e aconchego, Anita acidentalmente volta ao passado mais uma vez. As consequências das mudanças que isso provoca fazem com que ela repense suas prioridades de vida. Enquanto decide o que cursar na faculdade, arruma as malas para trabalhar em um país diferente e percebe que o cara que ama virou uma estrela em ascensão no mundo da música, Anita finalmente começa a pensar em si e nos seus sonhos. Além de buscar o controle de seu destino, ela precisará lidar com escolhas erradas e circunstâncias inevitáveis, na tentativa de desvendar, de uma vez por todas, o mistério do blog que a faz viajar no tempo.

Onde comprar: Amazon

  • O segredo de Luisa

Com mais de 150 mil exemplares vendidos, O segredo de Luísa se tornou referência quando o assunto é empreendedorismo. Adotado por universidades e MBA’s em todo o Brasil, o que faz este livro ser tão especial e querido pelos leitores é o fato de tratar do assunto através de uma saborosa história com trama, conflitos, reviravoltas e personagens por quem nos apegamos e para quem torcemos.
Usando como fio condutor a trajetória de Luísa, uma jovem mineira entusiasmada com a idéia de abrir uma empresa para vender a deliciosa goiabada que sua tia produz, Fernando Dolabela ensina passo a passo tudo o que é preciso saber para ir do sonho ao mercado…

Ler online

Hoje eu queria estar vestida assim – #01

Essa nova categoria é mais pra gente sofrer por não poder ter dinheirinho para comprar roupíneas novas. Desculpa, gente. Também estou sofrendo! Mas gostaria de compartilhar esses sofrimentos neste lindo espaço que chamo de blog, então vai rolar posts com fotos de como eu gostaria de estar vestida no dia. Talvez role postagem todo dia ou talvez role quando eu lembrar. Desculpa, novamente. Perdoa meu esquecimento e não desiste de mim. ♥

 Jardineira com camisa de gatinhos - Dica Amiga

Chorem como eu estou chorando por querer muito esta jardineira jeans com blusinha de gatinhos. Deus sabe o quanto gosto da estampa de gatinhos. Deus sabe o quanto ficaria feliz com uma brusínea dessa. Deus sabe que não tenho dinheiro pra isso. Mas Deus também sabe que tem brechós com roupas lindíneas e jardineiras baratas. Deus mandou eu parar de citar ele aqui. Então, parei!

 

Quem é sua pessoa?

quem_e_sua_pessoa_dica_amiga

Você lembra da última vez que abraçou aquela pessoa que partiu? Lembra quais foram as últimas palavras que disse? Ou será que lembra do que fizeram juntas pela última vez. A gente nunca espera que seja a última vez até que realmente se torne a última vez. Enquanto isso não acontece é apenas mais um momento como outro qualquer e nada é diferente ou especial. Por que se lembrar? É claro que teremos outros momentos mais importantes. Até que se torna o último.

Quando acontece você tenta ao máximo relembrar cada detalhe, tenta sentir o momento, tenta voltar ao momento. Se esforça para que não tenha perdido nada e se apega no que ainda sobrou de lembrança. Se culpa por não ter prolongado, por não ter dado o valor que realmente merecia e fica se perguntando porque não fez diferente.

Você teria feito diferente se soubesse que era a última vez?

Teria dito que amava, que se importava e que estava feliz? Teria tentado explicar como se sentia só pelo fato de estar ao lado desta pessoa, ouvindo sua voz, apreciando seu sorriso e a forma como enxerga o mundo? Teria mostrado o quanto aquela pessoa era importante na sua vida e que sua partida faria tudo mudar?

Você realmente teria dito ou feito algo se soubesse que aquela seria a última vez?

Você não pode fazer diferente, voltar a aquele momento e mudar como as coisas aconteceram, mas você pode parar, pensar e se perguntar quem te faria fazer diferente. Quem você não gostaria que partisse agora sem saber o quanto é especial. Para quem você não disse palavras de carinho e afeto. E para quem você esqueceu de dizer que ama e que te faz a pessoa mais feliz do mundo apenas por existir. Quem é sua pessoa?

Próximos filmes que quero assistir

proximos_filmes_que_quero_assistir_dica_amiga

Eu adoro séries, então quando começo a assistir uma em específico fico focada nela por um bom tempo. Ou melhor, focada até as temporadas acabarem. Assim, eu acabo colocando os filmes de lado e ficando muuuuuito para trás nos lançamentos. O que não significa que não goste de assistir filmes, pelo contrário, gosto muito, é só que o fato dos filmes terem um fim me deixa meio triste. Não sei lidar muito bem com fins. Acho que você provavelmente não entendeu a minha pira, porque séries também possuem fins, então vamos focar no que eu realmente vim fazer: contar os filmes que quero assistir.

  • Como eu era antes de você (Me Before You)

Will (Sam Claflin) é um garoto rico e bem-sucedido, até sofrer um grave acidente que o deixa preso a uma cadeira de rodas. Ele está profundamente depressivo e contrata uma garota (Emilia Clarke) do campo para cuidar dele. Ela sempre levou uma vida modesta, com dificuldades financeiras e problemas no trabalho, mas está disposta a provar para Will que ainda existem razões para viver.

Único Comentário (porque é o filme que mais quero assistir): faz duas semanas que comecei a ler como eu era antes de você e preciso dizer: estou amando. O que me faz cada dia ficar mais ansiosa pela estreia do filme, que acontece dia 16. Já estou preparando meus lencinhos para morrer chorando, mesmo ainda não sabendo de toda a história, afinal ainda não terminei de ler o livro.

  • Tirando o atraso (Dirty Grandpa)

Um dia após o funeral de sua avó, Jason Kelly (Zac Efron) é encarregado de levar seu avô, Dick Kelly (Robert De Niro), até Boca Ratón, na Flórida. A viagem não o agrada nem um pouco, já que em poucos dias ele irá se casar com a controladora Meredith (Julianne Hough) e, diante da proximidade do evento, tem várias pendências a resolver. Apesar disto, Dick insiste que o jovem viaje com ele. Logo o avô se revela bastante assanhado, já que não vê a hora de voltar a transar com uma jovem, algo que não faz há 15 anos.

  • Como ser solteira (How To Be Single)

Alice (Dakota Johnson) acabou de sair de um relacionamento e não sabe muito bem como agir sem outra metade. Para sua sorte, ela tem uma animada amiga (Rebel Wilson) especialista na vida noturna de Nova York, que passa a ensiná-la como ser solteira.

  • Joy: o nome do sucesso (Joy)


Criativa desde a infância, Joy Mangano (Jennifer Lawrence) entrou na vida adulta conciliando a jornada de mãe solteira com a de inventora e tanto fez que tornou-se uma das empreendedoras de maior sucesso dos Estados Unidos.

  • A garota dinamarquesa (The Danish Girl)


Cinebiografia de Lili Elbe (Eddie Redmayne), que nasceu Einar Mogens Wegener e foi a primeira pessoa a se submeter a uma cirurgia de mudança de gênero. Em foco o relacionamento amoroso do pintor dinamarquês com Gerda (Alicia Vikander) e sua descoberta como mulher.

  • O regresso The Revenant)


1822. Hugh Glass (Leonardo DiCaprio) parte para o oeste americano disposto a ganhar dinheiro caçando. Atacado por um urso, fica seriamente ferido e é abandonado à própria sorte pelo parceiro John Fitzgerald (Tom Hardy), que ainda rouba seus pertences. Entretanto, mesmo com toda adversidade, Glass consegue sobreviver e inicia uma árdua jornada em busca de vingança.

  • Spotlight


Baseado em uma história real, o drama mostra um grupo de jornalistas em Boston que reúne milhares de documentos capazes de provar diversos casos de abuso de crianças, causados por padres católicos. Durante anos, líderes religiosos ocultaram o caso transferindo os padres de região, ao invés de puni-los pelo caso.

  • Garota exemplar


Amy Dunne (Rosamund Pike) desaparece no dia do seu aniversário de casamento, deixando o marido Nick (Ben Affleck) em apuros. Ele começa a agir descontroladamente, abusando das mentiras, e se torna o suspeito número um da polícia. Com o apoio da sua irmã gêmea, Margo (Carrie Coon), Nick tenta provar a sua inocência e, ao mesmo tempo, procura descobrir o que aconteceu com Amy.

  • O maior amor do mundo  (Mother’s Day)


Nesta comédia romântica, várias histórias associadas à maternidade se cruzam: Sandy (Jennifer Aniston) é uma mãe solteira com dois filhos, Bradley (Jason Sudeikis) é um pai solteiro com uma filha adolescente, Jesse (Kate Hudson) tem uma história complicada com a sua mãe, Kristin (Britt Robertson) nunca conheceu a sua mãe biológica e Miranda (Julia Roberts) é uma escritora de sucesso que abre mão de ter filhos para se dedicar à carreira.

  • Vizinhos 2 (Neighbors 2: Sorority Rising)


Com um novo bebê a caminho, Mac (Seth Rogen) e Kelly Radner (Rose Byrne) decidem vender a casa e mudar-se para o subúrbio. Entretanto, uma nova fraternidade, mais estrondosa que seus antigos vizinhos, assumem a casa ao lado. Liderada por Shelby (Chloë Grace Moretz), as meninas do Kappa Nu pretendem mostrar que sabem fazer uma festa bem melhor que os meninos. A fim de que a paz na vizinhança seja restaurada e a venda de sua casa concretizada, Mac e Kelly convocam sua arma secreta: Teddy (Zac Efron).

  • Casamento de verdade (Jenny’s Wedding)


Jenny (Katherine Heigl) é uma mulher adulta que sofre grande pressão da família para encontrar um marido e se casar. Mas os pais ainda não sabem que Jenny é lésbica, e namora Kitty (Alexis Bledel), que todos acreditam ser apenas uma colega. Quando revela sua orientação sexual, a família entra em crise. Mesmo assim, Jenny pretende se casar, com a aprovação dos pais ou não.

  • Esquadrão Suicida (Suicide Squad)

Reuna um time dos super vilões mais perigosos já encarcerados, dê a eles o arsenal mais poderoso do qual o governo dispõe e os envie a uma missão para derrotar uma entidade enigmática e insuperável que a agente governamental Amanda Waller (Viola Davis) decidiu que só pode ser vencida por indivíduos desprezíveis e com nada a perder. No então, assim que o improvável time percebe que eles não foram escolhidos para vencerem, e sim para falharem inevitavelmente, será que o Esquadrão Suicida vai morrer tentando concluir a missão ou decidem que é cada um por si?

  • O lar das crianças peculiares (Miss Peregrine’s Home For Peculiar Children)

Após uma tragédia familiar, Jake (Asa Butterfield) vai parar em uma ilha isolada no País de Gales buscando informações sobre o passado de seu avô. Investigando as ruínas do orfanato “Miss Peregrine’s Home for Peculiar Children”, ele encontra um fantástico abrigo para crianças com poderes sobrenaturais e decide fazer de tudo para proteger o grupo de órfãos dos terríveis hollows.

  • Amor por Direito (Freeheld)

A policial de New Jersey Laurel Hester (Julianne Moore) e a mecânica Stacie Andree (Ellen Page) estão em um relacionamento sério. O mundo delas desmorona quando Laurel é diagnosticada com uma doença terminal. Como sinal de amor, ela quer que Stacie receba os benefícios da pensão da polícia após a sua morte, só que as autoridades se recusam a reconhecer a relação homoafetiva.

Sinopses: Adoro Cinema 

Mudança

texto_mudança_dica_amiga

A mudança dá medo. Ela embrulha o estômago, tonteia o corpo e faz o coração bater mais rápido. Ela assusta e nos faz querer continuar na monotonia, mas ao mesmo tempo, enquanto faz seu corpo ter todas estas sensações, instiga e causa curiosidade.

Muitas vezes não temos coragem de passar por todas estas sensações, muitas vezes achamos que não vale a pena, por isso, desistimos e continuamos seguindo em frente. Mas às vezes somos obrigados a aceitar a mudança, quer você queira ou não. É aí que a mudança dá medo!

Mas sabe, é reconfortante pensar que depois da mudança vem o aprendizado. É reconfortante ter algo para se reconfortar.

Em meio ao caos diário buscamos pelo nosso porto seguro, nosso reconforto. Estamos todos em busca deste tal reconforto porque é difícil seguir sem ter algo para se agarrar. É difícil estar sozinha e é difícil perceber que tudo está desaparecendo como pó em meio a ventania. Corremos para todos os lados tentando catar o que ainda sobrou, mas somente o que resta são lembranças do que um dia foi aquele pó. Lembranças que doem, lembranças que machucam.  A mudança dá medo e é difícil, porque se fosse fácil nunca escolheríamos por ela.