Um texto sobre o natal

Feliz Natal - Dica Amiga

Você já se pegou sentada na cama olhando para as 4 paredes do seu quarto e se sentindo totalmente sozinha? Sentindo como se todos no mundo inteiro estivessem acompanhados, seja dos familiares, amigos, namorados, colegas ou de desconhecidos num onibus qualquer, e nesse momento você estivesse só? Se você já se sentiu assim, ufa, não sou uma completa esquisita.

Chega o final do ano e todas as festas comemorativas e você percebe o quanto é solitária, e que mesmo tendo passado seu ano inteiro rodeado de pessoas, no final, você está sozinha sentada numa cama se perguntando como aquilo aconteceu. Você entra nas suas redes sociais para checar como estão as coisas e vê um amontoado de pessoas felizes compartilhando suas ceias, seus sorrisos e todas as luzes piscantes na árvore de natal. Neste momento você sente inveja, não da ceia e todos os preparativos típicos natalinos, mas sim da felicidade e daquela sensação de estar reunido com todas as pessoas mais especiais da sua vida.

Eu nunca fui uma pessoa ligada nessas coisas, mas eu sempre ficava muito feliz quando podia reunir todas as pessoas importantes da minha vida num só lugar. Principalmente se no meio disso tivesse comida, porque comida deixa as pessoas felizes. Só para registrar!

Ano passado eu tive um bom ano, um bom natal e uma boa virada de ano. E mesmo sendo durona e não demonstrado que gostasse de todas esses preparativos de fim de ano, eu estava muito feliz por me sentir parte de algo.  Parte de um jantar de natal, parte de um brinde de ano novo e parte de uma família.

O fato é que você só percebe isso quando se vê a meia noite da noite de natal num apartamento, sozinha, escutando seus vizinhos comemorando e fogos de artifícios sendo estourados. Você chora, soluça, pensa em diversos textos para mandar para aquela pessoa especial da sua vida e acaba desistindo, porque sabe que neste momento essa pessoa está fazendo parte de algo novo. Algo que eu, a pessoa sozinha num apartamento na noite de natal, não posso estragar.

Então ela levanta, pega seu notebook e começa a escrever, porque sabe que vai fazer uma parte daquilo desaparecer, pelo menos durante alguns minutos. Mas vão faltando palavras e é hora de terminar o texto e voltar para a realidade, que no momento não se encontra mais com fogos de artifícios e comemorações natalinas, afinal todos estão ocupados comendo suas ceias.

Só resta esperar o ano novo e toda essa sensação que novamente vai voltar, mas em um novo endereço e em uma nova cidade. Mas o que a próxima semana reserva  só resta esperar e torcer para que se transforme em um texto mais alegre. Meu coração e quem está do outro lado lendo, agradece.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: