Pequenos frios na barriga e sorrisos involuntários

Uma vez me perguntaram o que é o amor e eu não soube muito bem explicar. Não porque eu não sabia o que era, mas sim porque eu nunca havia achado as palavras certas para descrever. E acho que é isso mesmo o amor! Um amontoado de palavras e sentimentos incapazes de se descrever.

É como tomar banho depois de um dia cansativo. Quando você bebe água com sede. Ou quando você vai dormir e sabe que tem bolo para o café da manhã. É aquela sensação quando você deita na cama numa sexta a noite e ao mesmo tempo a sensação de acordar no sábado de manhã e saber que pode voltar a dormir. É quando você recebe cafuné no cabelo ou quando deita naquele colo quentinho e confortável. 

O amor é isso, sentimentos e sensações incapazes de se explicar. São pequenos frios na barriga e sorrisos involuntários que não fazem sentido quando é preciso explicar, mas que proporcionam os melhores momentos que você possa ter.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: